Publicado em 12 de maio de 2015 às 16:28

Hostels e albergues de comunidades pacíficas no Rio se preparam para receber turistas nas Olimpíadas de 2016

Estabelecimentos de hospedagem em comunidades do Rio de Janeiro esperam procura de turistas nas Olimpíadas de 2016 e investem em infraestrutura

Os hostels e albergues localizados em comunidades que têm as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), no Rio de Janeiro, estão se preparando para a recepção de turistas nas Olimpíadas de 2016. Com medidas sustentáveis e investimentos em tecnologia, os proprietários agem para garantir maior conforto e privacidade dos hóspedes.

Um dos responsáveis pelo Babilônia Rio Hostel, localizado na comunidade da Babilônia, em Copacabana, Eduardo Figueiredo, relatou as medidas de preparação no hostel: “para agradar ainda mais o público, pretendemos colocar energia solar e já estamos nos preparando para começar a usar a água da chuva por conta da consciência ambiental e redução de custos”.

Só na comunidade da Babilônia existem 25 estabelecimentos de hospedagem, de acordo com a Associação Cama e Café e Albergues do Estado do Rio de Janeiro (Accarj).

Os programas em comunidades, como passeios de mototaxis pelas vielas do morro e refeições e restaurantes com comida caseira são procurados pelos turistas que desejam conhecer a cultura local. Muitos deles preferem se hospedar nas comunidades para vivenciar a cidade.