Publicado em 16 de dezembro de 2013 às 17:26

Funcionários do raio-X paralisam atividades no aeroporto Galeão

Houve uma paralisação dos funcionários da empresa Trevo Aéreo, responsável pela inspeção com raio-X das bagagens de mão dos passageiros do Terminal 1 do aeroporto Galeão, por volta das 6h da manhã de hoje (16).

Os funcionários, que não recebem desde novembro, pedem que a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) assuma a dívida, alegando que o dono da Trevo Aéreo desapareceu com o dinheiro. Funcionários recentemente demitidos também não receberam os benefícios a que têm direito. A Trevo Aéreo logo será desligada do aeroporto, que contratará outra empresa para realizar o serviço de inspeção das bagagens de mão.

Houve uma breve confusão no terminal por ocasião da paralisação, em que a Polícia Federal agiu para impedir a entrada de passageiros na área restrita sem que suas bagagens tivessem passado pela inspeção. Funcionários do Terminal 2 foram chamados para assumir os postos dos trabalhadores em paralisação.